quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Unidos na dor

A última vez que a família Cardoso Franco se uniu na dor faz uns 28 anos. Meu avô tinha falecido e a minha geração (a dos netos) ainda se formava. Só uns 8 primos já eram vivos, mas mesmo assim eram todos pequenos e não entendiam nada.
Desta vez, a família conta com 29 netos e 5 bisnetos* (e mais um a caminho), que não entendem nada. De qualquer forma, foi a vez dos netos unirem-se nessa dor. Aos poucos, fizemos da dor lembrança e das memórias (e dos registros delas) muitas risadas. Assim, a dor foi ficando pequenininha e as risadas, grandonas. E, por fim, todo mundo ficou lá rodeado de amor, de carinho, de abraço, de confissões, de lágrimas e de colos. E a família se descobriu ineditamente unida na dor, mas cheia de amor.


*além dos 10 filhos que já tinham sofridos junto.

3 comentários:

Weruska disse...

Um abraço daqueles de urso para você, Dri. Força!

bjs

Paula disse...

Didi, foi sua avó? Puxa, que triste! Desejo muita força pra você e pra sua família, fica bem aí! Qualquer coisa que precisar, estou aqui. Beijo!

Menina com uma flor disse...

We, obrigada pelo abraço. beijos

Paulinha, foi minha avó sim. Obrigada pelo apoio. beijos