segunda-feira, 30 de junho de 2008

Turistando em SP

Adoro passeinhos culturais e que me fazem conhecer São Paulo. Sou, como já disse aqui, enlouquecida para ir a um concerto na Sala São Paulo. Ainda não fui. Mas preciso mais do que nunca.
No final de semana fui com minha irmã e meu cunhado à visita monitorada que acontece lá e me deslumbrei. Só de entrar na sala de concertos meu coração disparou e, conforme a história ia sendo contada e relatos iam surgindo, me arrepiava.
Sim, estou ensandecida para ir lá e ver tudo "funcionando". Fiquei realmente impressionada. Entre as coisas legais que aprendi estão:

Estação Júlio Pestes, onde está a Sala São Paulo

- a sala é uma das 4 melhores no mundo, sendo a melhor sala de concertos da América Latina

- tudo é desmontável e encaixado na estrutura do prédio, porque é Patrimônio Histórico então não podia ser modificado e nem receber nenhuma intervenção

- onde é hoje a sala de concertos deveria ser (no projeto original) o espaço onde a primeira classe esperava o trem e era, na prática, um jardim

- a obra foi inaugurada no dia do aniversário do então governador do estado de SP, Mário Covas, em 19 de julho em 1999, que foi reeleito no ano seguinte

- a sala foi construída como exigência do regente John Neschiling para assumir a Osesp, que até então não tinha sede própria

- todas as salas são alugáveis para eventos

- o palco pode sem ampliar conforme as necessidades, assim como o teto abaixa, se levanta ou se altera conforme a necessidade do concerto tocado (para salas grandes ou pequenas, ou seja, para grandes ou pequenas reverberações). Além disso, o piano é elevado no meio do palco, que comporta abaixo as cadeiras que podem desaparecer do palco e grandes instrumentos

- além da sala de concertos, o espaço abriga também salas de ensaios totalmente isoladas acusticamente

A sala de concertos. Em tons de madeira clara e azul marinho. Tudo que é novo tem um ar moderno para se destacar na construção antiga

3 comentários:

Tati disse...

A cena veio na minha cabeça no hora: vc, bloquinho e caneta em punho, anotando essas coisas todas! rs Eita, essa minha jornalista!
Pois sabe que eu fui assistir a um concerto dio Neschling lá e foi super barato, 12.50 a meia. Chorei o concerto inteiro, é muuuuito emocionante!
Te amo!
Beijos

sharon disse...

adoro posts informativos! Acredita que também nunca fui lá? Um beijo, menina!

Menina com uma flor disse...

Tati, acredita que não anotei nada??? Ficou tudo na cabeça mesmo de tão encantada que estava.
Sharon, vale a pena. Muito. Por tudo. Vá. Eu super aconselho.
beijos nas duas